| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal Mojubá Efón
Desde: 29/12/2009      Publicadas: 60      Atualização: 14/09/2013

Capa |  Culto a Xapanan em Ekiti -Efón  |  Festa de Exu Tiriri  |  Ile Omi Asé  |  Inauguração Asé Lança de Prata  |  Iya Mi Osorongá  |  Noticias do candomblé  |  Noticias do mundo do candomblé  |  Odú Etá de Walace Ty Jàgún  |  Odùdùwá  |  Ori  |  Oriki  |  Orisá de Efón  |  Orisá Ogun em Ekiti  |  Orisá Okó  |  Quem sou eu?!


 Orisá Okó

  21/12/2011
  0 comentário(s)


Orisá Oko

Orisá Oko
ORISÁ OKO
Orisa Oko era um ser humano que, por ser muito forte, ao morrer transformou-se em orixá. Seu
nome era Ogunjemini, e era caçador. Não caçava feras, nem grandes animais. Só caçava um
pássaro de nome etú, que tinha iye (penas) brancas e pretas. Oko, por essa característica, ficou
conhecido no mundo todo. Ao envelhecer transformou-se num importante babalawo, e sabia fazer
um ebo muito poderoso, chamado afose.
O feitiço consistia em juntar determinadas folhas, algodão usado, camaleão, eko, oju-omi (planta
aquática), sabão da costa e outros ingredientes, dentro de um chifre de antílope. Quem tivesse
esse chifre, ao tocá-lo com a boca e falar com as pessoas elas passariam a lhe obedecer.
Com sua força, Oko dominou as bruxas, e transformou-se numa árvore chamada ìpóió, onde elas
eram punidas. A árvore tinha um buraco onde eram colocadas as suspeitas. Se

fosse bruxa, só saía a cabeça, se não fosse, a pessoa saía inteira.
A festa desse orixá é realizada uma vez por ano, na época da colheita do cará. O povo só come o
cará novo depois que os filhos do Orisa Oko o comerem. Quem desobedece é castigado e seu
pescoço incha como uma bola.
No dia da festa as pessoas pintam o rosto com efun. O assentamento desse orixá fica em casa ou
no mato. É no mato que se faz o primeiro ritual coletivo, antes das obrigações individuais. Depois
todos se reúnem para dançar nas ruas. As pessoas que pedem dinheiro e filhos ao orixá e os que
conseguem, dão nomes para homenageá-lo, como Oosàfunmi, Abórìsàde, Ooségbèmi.
Orisá Gulutu
É um pequeno orixá que mora na frente da casa do orixá Oko. É em sua casa que as mulheres
fazem as oferendas, antes de comer o cará do orixá Oko. Em seguida levam purê de cará e cará
novo, dentro de uma cabaça branca enrolada num pano branco, e percorrem as ruas da cidade.
Quem carrega a comida é a esposa do orixá Oko, que é escolhida por ele entre suas devotas. É
sempre uma mulher alta e robusta, do tipo que ele gostava quando era ser humano. Muito pouco
cultuado no Brasil.Muitos assimila esse Orisa a Ogun,Osagyan e outros porem ele é um Orisa
simples e que tem origem propria.
MUito cultuado em Obeokuta,ilesa,ekiti e Oyó(Ketu)





Capa |  Culto a Xapanan em Ekiti -Efón  |  Festa de Exu Tiriri  |  Ile Omi Asé  |  Inauguração Asé Lança de Prata  |  Iya Mi Osorongá  |  Noticias do candomblé  |  Noticias do mundo do candomblé  |  Odú Etá de Walace Ty Jàgún  |  Odùdùwá  |  Ori  |  Oriki  |  Orisá de Efón  |  Orisá Ogun em Ekiti  |  Orisá Okó  |  Quem sou eu?!
Busca em

  
60 Notícias